Vote aqui! :)

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

No "Orkut" todo mundo é feliz!

Conversando com uma querida amiga um dia desses, comecei a pensar na veracidade de algo que ela me disse:
- Acho que vou excluir meu "Orkut" amiga.
- Mas por quê? Aconteceu alguma coisa?
- Ah! No "Orkut" todo mundo é feliz!
Depois disso comecei a observar mais o perfil de meus amigos e as frases de apresentação deixada por eles, e realmente comecei a perceber que ela tinha razão. No "Orkut" todo mundo é feliz, ninguém está triste, ou chorando, ninguém odeia ninguém, nem sente inveja e o mais importante, ninguém tem defeitos. Percebi também que as mulheres declaram mais frases felizes e os homens pouco declaram, preferem o anonimato de seus sentimentos (que novidade não?).
Incrível como todos (homens e mulheres) são puros de coração, fiéis, extremamente alegres, altruístas e capazes de perdoar até os erros mais sórdidos. Comecei a entender então o que uma colega de trabalho me disse certo dia desses:
- Sabe que me divirto com suas frases no "Orkut"?
- É mesmo? E por quê?
- Porque você diz realmente o que está pensando. Engraçado isso.
Engraçado isso? Engraçado para mim é dizer algo que não sou ou fingir sentir o contrário do que deverás sente. Mas quem sou eu para julgar os atos humanos, logo eu, que sou uma humana repleta de defeitos e frustrações. E não vou dizer que nunca fiz isso porque seria uma grande mentira, claro que já coloquei fotos sorrindo quando por dentro estava muito triste e coloquei frases do tipo: Enfim 100%, ou Feliz da vida, sendo que na verdade ainda não acreditava nisso, mas era imprescindível fazer com que um certo alguém acreditasse.
Contudo, o que mais me inquietou foi o fato de que as pessoas dificilmente admitem o que estão sentindo, seja para desconhecidos no "Orkut", seja para seus amigos ou para elas mesmas.
Colocar lá que você é uma pessoa legal que tem um coração gigante, com fotos sorridentes e com um monte de amigos é uma forma de dizer: Ei, sou legal, quer ser meu amigo? Ou ainda: viu só o que você perdeu?
Hoje, posso garantir que já não escondo meus sentimentos. Quando estou triste aviso e é bom porque muitos amigos me enviam mensagens de consolo e mostram-se presentes, quando estou cansada divulgo e logo alguém me liga e chama para um chopp no final da tarde e quando estou desiludida procuro rir da situação e coloco piadas sem graça, mas que me mostram o lado positivo dos tombos: é, pelo menos eu não cai de cabeça.
Não é atoa que a internet virou uma febre e que salas de bate-papo e sites de relacionamento viraram modinha, lá você pode ser quem quiser. Pode pintar-se de rosa ou cinza, sorrir ou chorar, ter coragem e milhões de qualidades, é lá também que você não precisa admitir seus defeitos, nem para você mesmo. Pode ter o corpo e o cabelo que sempre desejou e usar aquela roupa que jamais poderá comprar, pode ter casas na praia e carros importados e o mais incrível, pode estar feliz e ter um amor correspondido sempre:
- Hum, está de namorada nova e nem me contou hein?!
- Eu? Namorando, não estou não.
- Mas no seu "Orkut" está escrito isso.
- Ah, coloquei para fazer um charme.
Charme? Pois é, as pessoas insistem em fazer charme para outras e para elas mesmas. Insistem em esconder seus sentimentos e dizerem-se melhores que todas as outras. Como se chorar ou estar triste fosse um erro imperdoável. Sei que se conselho fosse bom não seria dado, mas vendido, porém, fica aqui uma dica, antes de escrever ou dizer algo é bom pensar no impacto que isso poderá trazer para sua vida, afinal, já diziam os sábios, há quatro coisas que não podem ser revertidas: a pedra atirada, a palavra dita, a ocasião perdida e o tempo passado.
- E ai? Falou com ela?
- Desisti.
- Mas por quê? Você parecia tão decidido!
- Sei dos meus sentimentos, mas não posso mudar os dela. Ela já me esqueceu.
- E como sabe disso?
- Acabei de ver no "Orkut" dela, ela está feliz da vida e namorando.
(Minutos antes não muito longe dali ela mudara seu perfil para que ele soubesse o que tinha perdido, mesmo sabendo que ainda o amava. Sem saber, perdeu naquele instante o grande amor de sua vida e um pedido de casamento).
Bom, diante disso, diria para minha amiga que gerou essa crônica que não deveria se importar tanto com as frases dos outros no "Orkut", pois mais do que estar tentando enganá-la, estas pessoas estão se enganado. Diria ainda que, apesar de muitas críticas à sua segurança e controle de privacidade, o "Orkut" é um bom meio de manter contatos antigos e distantes e o mais legal é que ele nos dá o direito de simplesmente remover pessoas indesejadas de nossa vida, com um simples toque. Quem dera na vida real fosse simples assim...

6 comentários:

Taline Libanio disse...

Em homenagem a minha querida amiga "Marilda", que me faz sorrir com seu bom humor e ver a vida mais colorida sempre...Obrigada por fazer parte da minha vida! Amo vc!

Luis F Moraes disse...

Olaaa Taline, tudo bem?

Mais uma vez vou ser o primeiro comentário...Hehehehe...

Adorei esta sua última crônica!! Para mim, esta no meu "Top 3 - Crônicas da Taline"...Hehehe...

Acho interessante quando vc escreve sobre assuntos do dia-a-dia...E não somente sobre os erros de nós homens....Hehehehe...

Uma dica de crônica: O Stress que Sorocaba esta se tornando no fim de tarde, ou sobre os abusos que algumas pessoas cometem em epoca eleitoral (em Mairinque esta INSUPORTÁVEL aguentar os candidatos com os seus "carros de som"...).

Até mais!!! Bjos!!

Anônimo disse...

Ola Taline !
gostaria de dizer que leio sempre todas suas cronicas ...muito boas por sinal.. acho meio feminista de mais as vezes ...mas naum importa!!!!

achei interessante vc colocar que no orkut ´´e façil deletar pessoas..com um simples tok pq vc gostaria de fazer issu com alguem???

Taline Libanio disse...

Olá!! Primeiro gostaria de agradecer o comentário e o elogio, fico feliz por gostar de meus textos e realmente admito que ando mesmo cada dia mais feminista, mas é assim...as impressões que a vida nos deixa não é?
Quanto a sua pergunta, diria que a resposta mereceria outra crônica, quem sabe na próxima semana...Mas posso lhe adiantar que infelizmente existem algumas pessoas que não mereceriam ter feito parte da minha história, me deixaram mais cicatrizes e amarguras do que boas lembranças...Estas sim, gostaria de deletar, mas como não é tão simples como no Orkut, me contento com a máxima que anda direcionando meu caminho: esquecer e recomeçar, sempre!
Abraços!

Anônimo disse...

No orkut é igual na vida real, você add um monte de amigos, mas sinceros são poucos. Verdadeiros alguns.

Drica Lupianhes

Anônimo disse...

Amiga, me senti super importante com a homenagem...rs
Uma pena vc não ter recebido meu comentário no auge da emoção...(Realmente não sei q q eu fiz de errado pra variar...)Mas o importante é q vc é minha amiga mesmo assim (rs) e que eu te amo muito...
Agradeço a vc amiga pelos anos de confiança, amizade e tantas emoções compartilhadas...
Sobre ver a vida mais colorida, acho deve ser por reflexo das minhas roupas "discretas"...
Um beijão...E por favor, continue a escrever tão lindamente...Adorooooo!
ass: "Marilda"